sábado, 17 de setembro de 2011

A frouxidão no amor é uma ofensa, de Bocage - poema/ questões objetivas/gabarito

A frouxidão no amor é uma ofensa
                                                 Bocage
A frouxidão no amor é uma ofensa,
Ofensa que se eleva a grau supremo;
Paixão requer paixão, fervor e extremo;
Com extremo e fervor se recompensa.
Vê qual sou, vê qual és, vê que diferença!
Eu descoro, eu praguejo, eu ardo, eu gemo;
Eu choro, eu desespero, eu clamo, eu tremo;
Em sombras a razão se me condensa.
Tu só tens gratidão, só tens brandura,
E antes que um coração pouco amoroso,
Quisera ver-te uma alma ingrata e dura.
Talvez me enfadaria aspecto iroso,
Mas de teu peito a lânguida ternura
Tem-me cativo e não me faz ditoso.

01. Para o eu lírico, o amor
a) em demasia ofende o ser amado.
b) é um sentimento supremo.
c) tem algumas recompensas.
d) deve ser uma entrega total.

02. No verso “Vê qual sou, vê qual és, vê que diferença!”, o eu lírico expressa
a) uma comparação    b) uma suposição      c) uma dúvida       d) uma ironia

03. Segundo os versos do poema, as atitudes da mulher amada
a) surpreendem o eu lírico.
b) desagradam o eu lírico. 
c) enlouquecem o eu lírico.
d) encantam o eu lírico.

04. O eu lírico apresenta-se no poema como uma pessoa
a) racional       b) passional           c) ingrato       d) violento

05. De acordo com o poema
a) o eu lírico sente-se preso e infeliz.
b) o eu lírico sente-se plenamente amado.
c) o eu lírico considera a pessoa amada dura e ingrata.
d) o eu lírico vive bem com a pessoa amada apesar das diferenças.

Gabarito: 01. d 02 .a 03. b 04. b 05. a

42 comentários:

  1. o texto tem uma boa interpretação,parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Vê qual sou, vê qual és, vê que diferença!
    Eu descoro, eu praguejo
    , eu ardo, eu gemo;
    Eu choro, eu desespero, eu clamo, eu tremo;
    Em sombras a razão se me condensa

    ResponderExcluir
  4. Tu só tens gratidão, só tens brandura
    ,
    E antes que um coração pouco amoroso,
    Quisera ver-te uma alma ingrata e dura.

    ResponderExcluir
  5. Talvez me enfadaria aspecto iroso,
    Mas de teu peito
    a lânguida ternura
    Tem-me cativo e não me faz ditoso.

    ResponderExcluir
  6. Talvez me enfadaria aspecto iroso,
    Mas de teu peito a lânguida
    ternura
    Tem-me cativo e não me faz ditoso.

    ResponderExcluir
  7. O eu lírico apresenta-se no poema como uma pessoa em que sentido?

    ResponderExcluir
  8. Tu só tens gratidão, só tens brandura,
    E antes que um coração pouco amoroso
    ,
    Quisera ver-te uma alma ingrata e dura.

    ResponderExcluir
  9. Tu só tens gratidão, só tens brandura,
    E antes que um coração
    pouco amoroso,
    Quisera ver-te uma alma ingrata e dura.

    ResponderExcluir
  10. A gratidão
    significa tudo quando vc reconhece que ganhou o que nem mereceu!

    ResponderExcluir
  11. Muito bom mesmo seu site
    , tô aproveitando muita coisa nas minhas aulas

    ResponderExcluir
  12. Incrível as atividades
    , gostei muito! Ajuda bastante nos estudos diários!

    ResponderExcluir
  13. Seu site
    já está em meus favoritos, parabéns pela iniciativa!

    ResponderExcluir

  14. Analisei seu blog
    e vi que possui muitas atividades que ajudam os professores, parabéns!

    ResponderExcluir

  15. Inclusive, já passei algumas para meus alunos
    e eles adoraram!

    ResponderExcluir
  16. Excelente exercícios, poderia postar mais sobre a nova ortografia
    . Obrigada!

    ResponderExcluir
  17. Só de analisar as atividades, vejo o quanto que seu site
    é bom!

    ResponderExcluir

  18. Com o gabarito
    tudo fica mais fácil, dá mais segurança pra corrigir depois!

    ResponderExcluir
  19. Vejo o quanto os materiais fornecidos aqui são de suma importância para o aprendizado.

    ResponderExcluir
  20. Super interessante os artigos colocados aqui
    , tem alguns que são novidade pra mim..

    ResponderExcluir
  21. O ideal seria colocar atividades de todas as matérias seu blog
    , o que acha?

    ResponderExcluir
  22. Entro constantemente no seu site
    para estudar..

    ResponderExcluir

  23. Salvo todos os artigos em um arquivo
    e sempre tô olhando pra não esquecer rs

    ResponderExcluir

  24. Como é gratificante encontrar artigos como este
    , bem interessante.

    ResponderExcluir

  25. Faço projeto de estudos com crianças aqui na minha cidade, adorei seu site
    !

    ResponderExcluir
  26. O ideal seria vc expor atividades de outras matérias
    também, né?

    ResponderExcluir
  27. Grande benefício para os leitores ter artigos
    como estes, parabéns!

    ResponderExcluir

  28. Já havia entrado em um dos seus artigos, por isso estou sempre por aqui
    rs

    ResponderExcluir

  29. Preciso ter algumas atividades para complementar meu plano de aula
    .

    ResponderExcluir
  30. Seria possível colocar atividades
    relacionadas a orações subordinadas?

    ResponderExcluir

  31. Os assuntos
    abordados são de suma importância para quem estuda a língua portuguesa.

    ResponderExcluir
  32. Deveria colocar mais questões relacionadas a adjuntos
    adverbiais.

    ResponderExcluir

  33. Já olhei algumas de suas atividades
    , são excelentes!

    Seu site
    não precisa de mais nada, conteúdos muito bons!

    ResponderExcluir