quinta-feira, 1 de setembro de 2011

SONETO, de Álvares de Azevedo - Poema/ questões objetivas/ gabarito

SONETO
Álvares de Azevedo

Pálida, à luz da lâmpada sombria,
Sobre o leito de flores reclinada,
Como a lua por noite embalsamada,
Entre as nuvens do amor ela dormia!

Era a virgem do mar! na escuma fria
Pela maré das águas embalada!
Era um anjo entre nuvens d’alvorada
Que em sonhos se banhava e se esquecia!

Era mais bela! O seio palpitando...
Negros olhos as pálpebras abrindo...
Formas nuas no leito resvalando...

Não te rias de mim, meu anjo lindo!
Por ti – as noites eu velei chorando,
Por ti – nos sonhos morrerei sorrindo!

01. O poema é escrito a partir de
a) uma crítica feita à mulher amada pelo eu lírico.
b) uma descrição da mulher amada feita pelo eu lírico.
c) um sonho que o eu lírico teve com a mulher amada.
d) um conflito que o eu lírico deseja resolver com a mulher amada.

02. “Como a lua por noite embalsamada,” temos nesse verso
a) uma metáfora     b) uma hipérbole      c) uma comparação     d) uma metonímia

03. O elemento tempo no poema
a) é o mesmo do inicio ao fim.
b) retrata o anoitecer.
c) sofre uma gradação.
d) foi irrelevante.

04. Apresentam uma antítese os versos
a) “Como a lua por noite embalsamada,
      Entre as nuvens do amor ela dormia!”

b) “Era um anjo entre nuvens d’alvorada
      Que em sonhos se banhava e se esquecia!”

c) “Negros olhos as pálpebras abrindo...
      Formas nuas no leito resvalando...”

d) “Por ti – as noites eu velei chorando,
      Por ti – nos sonhos morrerei sorrindo!”

05. A atmosfera retratada nos quartetos é vaga e imaterial. O elemento que reforça a ideia de imaterialidade da mulher amada nessas estrofes é
a) a lâmpada      b) as nuvens              c) a lua               d) as flores

06. A última estrofe revela que a mulher observada
a) despertou do seu sono.
b) exibe-se para o eu lírico.
c) retira-se do ambiente.
d) encabula-se diante do eu lírico.

  Gabarito: 01. b 02. c 03. c 04. d 05. b 06. a


4 comentários:

  1. Agradeço a sugestão de atividade, será de grande valia para mim!!!

    ResponderExcluir
  2. Professora, amei seu blog. Concordo com o que escrevera em seu perfil sobre que a educação é a chave para um mundo melhor. Sou estudante da área de Sistemas de informação, mas possuo forte carinho com a área de linguagens. E, acredito que seu blog pode mostrar para as pessoas que a poesia não é algo completamente absurda, mas algo coerente. Penso que depois da ditadura parece que o povo brasileiro esqueceu de como é importante o uso da linguagem, utilizando de sua versão mais fútil e inexpressiva.
    Obrigada por compartilhar sobre esse delicioso assunto, e que os nosso sonho de ver um Brasil mais bem educado se torne realidade.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom! Só errei uma questão. Muito obrigado!

    ResponderExcluir