domingo, 7 de agosto de 2011

Iracema, José de Alencar - trecho/ questões/ respostas

O texto a seguir corresponde à parte inicial do capítulo XXXI do romance Iracema. Surge o personagem Caubi, irmão da índia.
Iracema
José de Alencar
     Iracema cantava docemente, embalando a rede para acalentar o filho.
     A areia da praia crepitou sob o pé forte e rijo do guerreiro tabajara, que vinha das bordas do mar depois da abundante pesca.
     A jovem mãe cruzou as franjas da rede, para que as moscas não inquietassem o filho acalentado, e foi ao encontro do irmão:
     - Caubi vai tornar às montanhas dos tabajaras! Disse ela com brandura.
     O guerreiro anuviou-se:
     - Tu despedes teu irmão da cabana para que ele não veja a tristeza que a enche.
     - Araquém teve muitos filhos em sua mocidade; uns a guerra levou e morreram como valentes; outros escolheram uma esposa e geraram por sua vez numerosa prole; filhos de sua velhice, Araquém só teve dois. Iracema é a rola que o caçador tirou do ninho. Só resta o guerreiro Caubi ao velho Pajé, para suster seu corpo vergado e guiar seu passo trêmulo.
     - Caubi partirá quando a sombra deixar o rosto de Iracema.
     - Como a estrela que só brilha de noite, vive Iracema em sua tristeza. Só os olhos do esposo podem apagar a sombra em seu rosto. Parte, para que eles não se turvem com tua vista.
     - Teu irmão parte para te fazer a vontade; mas ele voltará todas as vezes que o cajueiro florescer para sentir em seu coração o filho de teu ventre.
     Entrou na cabana. Iracema tirou da rede a criança; e ambos, mãe e filho, palpitaram sobre o peito do guerreiro tabajara. Depois Caubi passou a porta e sumiu-se entre as árvores.
     Iracema, arrastando o passo trêmulo, o acompanhou de longe até que o perdeu de vista na orla da mata. Aí parou: quando o grito de jandaia, de envolta com o choro infantil, a chamou à cabana, a areia fria, onde esteve sentada, guardou o segredo do pranto que embebera.
     A jovem mãe suspendeu o filho à teta; mas a boca infantil não emudeceu. O leite escasso não apojava o peito.
     O sangue da infeliz diluía-se todo nas lágrimas incessantes que não lhe estancavam nos olhos; pouco chegava aos seios, onde se forma o primeiro licor da vida.
     Ela dissolveu a alva carimã e preparou ao fogo o mingau para nutri o filho. Quando o sol dourou a crista dos montes, partiu para a mata, levando ao colo a criança adormecida.
     Na espessura do bosque estava o leito da irara ausente; os tenros cachorrinhos grunhem enrolando-se uns sobre os outros. A formosa tabajara aproxima-se de manso.
     Prepara para o filho um berço da macia rama do maracujá: e senta-se perto.
     Põe no regaço um por um os filhos da irara e lhes abandona os seios mimosos, cuja teta rubra como a pitanga ungiu do mel da abelha. Os cachorrinhos famintos sugam os peitos avaros de leite.
     Iracema curte dor, como nunca sentiu; parece que lhe exaurem a vida; mas os seios vão-se intumescendo; apojaram afinal, e o leite, ainda rubro do sangue de que se formou, esguicha.
     A feliz mãe arroja de si os cachorrinhos, e, cheia de júbilo, mata a fome ao filho. Ele é agora duas vezes filho de sua dor, nascido dela e também nutrido.
     A filha de Araquém sentiu afinal que suas veias se estancavam; e contudo o lábio amargo de tristeza recusava o alimento que devia restaurar-lhe as forças.
     O gemido e o suspiro tinham crestado o sorriso e o sabor em sua boca formosa.


 Exercício

01.      Que personagens participam do texto?
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

02.      Que trecho do texto indica que Iracema deseja que o irmão vá embora?
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

03.      De acordo com o irmão de Iracema, por que a índia deseja que ele parta?
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

04.      De acordo com Iracema, por que Caubi tem que partir?
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

05.      Caubi concorda com Iracema ou parte para não contrariá-la? Justifique com um trecho do texto. (
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

06.      “Caubi partirá quando a sombra deixar o rosto de Iracema”, o que Caubi quer dizer ao utilizar a palavra sombra?
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

07.      Ao explicar sua situação ao irmão, a que Iracema se compara no texto?
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

08.      Quem é o pai de Iracema e Caubi?
 ___________________________________________________________________________________

09.      O texto nos permite perceber os motivos da tristeza que corrói o íntimo de Iracema? Em caso afirmativo apresente o motivo.
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

10.      De que maneira Iracema consegue produzir leite para seu filho?
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

11.      Que adjetivo você atribui a Iracema pelas atitudes dela nesse trecho? Justifique o adjetivo que você escolheu.
     ___________________________________________________________________________________
     ___________________________________________________________________________________

RESPOSTAS
Questão 01 - Iracema, Caubi, o bebê de Iracema, a Jandaia e os cachorrinhos.
Questão 02 - Quando ela diz "Caubi vai tornar às montanhas dos tabajaras". (Quarto parágrafo)
Questão 03 - Para que ele não veja a tristeza dela.
Questão 04 - Porque só resta Caubi ao velho Pajé para suster seu corpo vergado e guiar seu passo trêmulo.
Questão 05 - Caubi partirá para não contrariar a irmã. "Teu irmão parte para te fazer a vontade."
Questão 06 - A sombra significa a tristeza.
Questão 07 - a uma estrela.
Questão 08 - Araquém, o velho Pajé.
Questão 09 - Sim, a distãncia do esposo.
Questão 10 - Colocando os cachorrinhos para mamar nela.
Questão 11 - Resposta Pessoal.

48 comentários:

  1. Cris, muito obrigada pela ajuda.
    Estava procurando um exercício interpretativo para meus alunos e esse foi perfeito. Eles estão muito tempos afastados da sala de aula e mesclar a literatura com a interpretação de texto é uma forma de ajudá-los a crescer. Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Olá! Adorei suas proposta e vou aplicá-las em sala de aula. Posso copiá-las no meu blog também?
    Abraços!
    Geisa

    ResponderExcluir
  3. Olá Cris !!Seu blog é maravilhoso!!!Também tenho um blog com o mesmo proposito do seu!estava procurando algumas questões para uma avaliação e achei as suas maravilhosas!!
    Posso postar em meu blog também??
    Abraços Ana
    Muito obrigada!!!!!

    ResponderExcluir
  4. VALEU EIN BLOG PERFEITO PRA SABER A RESPOSTA DOS BAGUIO EIN VLW MESMO

    ResponderExcluir
  5. Excelente o exercício,pois adora os textos de José DE Alencar.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. A areia da praia crepitou sob o pé forte e rijo do guerreiro tabajara, que vinha das bordas do mar depois da abundante pesca.

    ResponderExcluir
  8. A areia da praia crepitou sob o pé forte
    e rijo do guerreiro tabajara, que vinha das bordas do mar depois da abundante pesca.

    ResponderExcluir
  9. O sangue da infeliz diluía-se todo nas lágrimas
    incessantes que não lhe estancavam nos olhos; pouco chegava aos seios, onde se forma o primeiro licor da vida.

    ResponderExcluir
  10. - Teu irmão parte para te fazer a vontade; mas ele voltará todas as vezes que o cajueiro
    florescer para sentir em seu coração o filho de teu ventre.

    ResponderExcluir
  11. A filha de Araquém sentiu afinal que suas veias se estancavam; e contudo o lábio
    amargo de tristeza recusava o alimento que devia restaurar-lhe as forças.

    ResponderExcluir
  12. De acordo com Iracema
    , por que Caubi tem que partir?

    ResponderExcluir
  13. De acordo com o irmão de Iracema
    , por que a índia deseja que ele parta?

    ResponderExcluir
  14. De que maneira Iracema
    consegue produzir leite para seu filho?

    ResponderExcluir
  15. Caubi concorda com Iracema
    ou parte para não contrariá-la? Justifique com um trecho do texto. (

    ResponderExcluir
  16. De acordo com o irmão de Iracema
    , por que a índia deseja que ele parta?

    ResponderExcluir
  17. Incrível as atividades
    , gostei muito! Ajuda bastante nos estudos diários!

    ResponderExcluir

  18. Seu site
    já está em meus favoritos, parabéns pela iniciativa!

    ResponderExcluir
  19. Inclusive, já passei algumas para meus alunos
    e eles adoraram!

    ResponderExcluir


  20. Analisei seu blog
    e vi que possui muitas atividades que ajudam os professores, parabéns!

    ResponderExcluir
  21. Excelente exercícios, poderia postar mais sobre a nova ortografia
    . Obrigada!

    ResponderExcluir
  22. Com o gabarito
    tudo fica mais fácil, dá mais segurança pra corrigir depois!

    ResponderExcluir

  23. Só de analisar as atividades, vejo o quanto que seu site
    é bom!

    ResponderExcluir
  24. Vejo o quanto os materiais fornecidos aqui são de suma importância para o aprendizado.

    ResponderExcluir

  25. O ideal seria colocar atividades de todas as matérias seu blog
    , o que acha?

    ResponderExcluir
  26. Super interessante os artigos colocados aqui
    , tem alguns que são novidade pra mim..

    ResponderExcluir
  27. Entro constantemente no seu site
    para estudar..

    ResponderExcluir

  28. Como é gratificante encontrar artigos como este
    , bem interessante.

    ResponderExcluir
  29. Salvo todos os artigos em um arquivo
    e sempre tô olhando pra não esquecer rs

    ResponderExcluir
  30. O ideal seria vc expor atividades de outras matérias
    também, né?

    ResponderExcluir

  31. Faço projeto de estudos com crianças aqui na minha cidade, adorei seu site
    !

    ResponderExcluir

  32. Grande benefício para os leitores ter artigos
    como estes, parabéns!

    ResponderExcluir

  33. Já havia entrado em um dos seus artigos, por isso estou sempre por aqui
    rs

    ResponderExcluir

  34. Preciso ter algumas atividades para complementar meu plano de aula

    ResponderExcluir
  35. Seria possível colocar atividades
    relacionadas a orações subordinadas?

    ResponderExcluir
  36. Os assuntos
    abordados são de suma importância para quem estuda a língua portuguesa.


    Deveria colocar mais questões relacionadas a adjuntos
    adverbiais.

    ResponderExcluir

  37. Já olhei algumas de suas atividades
    , são excelentes!

    Seu site
    não precisa de mais nada, conteúdos muito bons!

    ResponderExcluir