terça-feira, 30 de agosto de 2011

SE EU MORRESSE AMANHÃ, de Álvares de Azevedo - poema/ questões objetivas/ gabarito

SE EU MORRESSE AMANHÃ
Álvares de Azevedo

Se eu morresse amanhã, viria ao menos
Fechar meus olhos minha triste irmã;
Minha mãe de saudade morreria
Se eu morresse amanhã!

Quanta glória pressinto em meu futuro!
Que aurora de porvir e que manhã!
Eu perdera chorando essas coroas
Se eu morresse amanhã!

Que sol! Que céu azul! Que doce n”alva
Acorda a natureza mais louçã!
Não me batera tanto amor no peito
Se eu morresse amanhã!

Mas essa dor da vida que devora
A ânsia de glória, o dolorido afã...
A dor no peito emudecera ao menos
Se eu morresse amanhã!

01. “Se eu morresse amanhã, viria ao menos/ fechar meus olhos minha triste irmã”, a relação que existe entre os versos é de
a) causa              b) perda                 c) lealdade                     d) compensação

02. No verso “Minha mãe de saudade morreria” temos
a) um desejo do eu lírico.
b) uma previsão do eu lírico.
c) uma hipótese do eu lírico.
d) uma ordem do eu lírico.

03. “Se eu morresse amanhã”, o termo em destaque expressa
a) uma conseqüência      b) uma finalidade        c) uma condição      d) uma comparação

04. Segundo o poema, qual seria o benefício caso o eu lírico morresse amanhã?
a) a mãe também morreria.
b) a dor no peito cessaria.
c) a natureza acordaria graciosa.
d) a irmã se entristeceria.

05. De acordo com o eu lírico, seu futuro seria
a) promissor          b) desastroso           c) incerto                 d) seguro

06. A morte no poema representa para o eu lírico
a) punição             b) sacrifício                  c) alívio                  d) redenção             

 Gabarito: 01. d 02. b 03. c 04. b 05. a 06. c

Nenhum comentário:

Postar um comentário